sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Pré Operatório - Parte 2

Olá pessoas!
Hoje foi a minha primeira vez...achei que ia doer, fiquei com medo.
Tanta gente fala a respeito, uns amam, outros odeiam enquanto outros dormem e nem sequer lembram o que aconteceu.
Calma gente, estou falando da minha primeira ENDOSCOPIA. hahaha
Meu marido me levou, e na salinha da recepção eu via as pessoas saindo da sala da endoscopia sendo amparadas por parentes. Todos com cara de bêbado em fim de festa, eu já fui ficando preocupada.
Quando chegou a minha vez, 3 enfermeiros me furando, tentando achar uma veia (ninguém nunca consegue).


O Dr. Vilmar, atencioso como sempre veio ficar do meu lado,  perguntou se eu estava animada para a cirurgia, se já estava me consultando com a psicologa e com a nutricionista e reparou no meu esmalte azul hahaha
Eu achei que fosse apagar, que não ia ver nada...gente eu fiquei acordada e vi TUDO, acompanhei pelo monitor...mas não senti dor nem incômodo nenhum. Parece que tudo durou uns 10 segundos, quando vi já estava andando e me sentaram numa poltrona da salinha de recuperação.
Um cara muito louco falou comigo, eu não entendi nada...vieram buscá-lo. Depois no lugar dele sentou uma menina desmaiada, eu peguei uma revista CARAS e comecei a ler.
Nisso a recepcionista olha pra mim e pergunta: "Você já está bem né?" Eu estava com medo da minha voz sair toda molinha...mas respirei fundo e respondi: "Estou ótima"
Fui embora como se nada tivesse acontecido com meus óculos escuros fazendo carão no corredor do hospital, fui almoçar e dormi a tarde inteira.


Já fiz todos os exames necessários, agora é só pra partir pra etapa de consultas e obtenção de laudos.
- ENDOCRINOLOGISTA (preciso marcar uma consulta, a minha só tinha horário em 2012)
- CARDIOLOGISTA (consulta dia 4 de Outubro)
- NUTRIOCINISTA ( 5 consultas no pré e 1 no pós operatório)
- PSICOLÓGA ( 3 consultas no pré e 2 no pós operatório)



Beijos e bom final de semana para todas!





quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Queda de Cabelo

Oie!
Nossa, se tem uma coisa que eu tenho medo é da queda de cabelo...eu tenho pouquíssimo cabelo, ele é fininho e lisinho,  todo cabeleireiro que mexe nele diz: "Nossa parece cabelo de bebê"...pois é!
Além disso eu tenho sérias crises de queda de cabelo...os poucos fios que habitam a minha cabecinha vão embora aos tufos, me deixando desesperada. (isso porque eu não operei ainda).


Já usei Pantogar, shampoos específicos, fórmulas...mas não adianta. 
Meu cabelo tem outono, ele cai mesmo e não há nada que eu possa fazer.
Uma das coisas que tem ajudado MUITO é o Innéov massa capilar, talvez as meninas que estejam enfrentando a queda de cabelo por causa da gastroplastia possam experimentar, vale a pena!


Pra quem não conhece, a Innéov é uma parceria de L'oreall e da Nestlé, que uniram seus conhecimentos em nutrição e beleza para criarem diversas "pílulas mágicas" para funções específicas (antirrugas, bronzeamento, firmeza da pele, etc.)




INDICAÇÃO: Para todos os que sofrem que queda de cabelo permanente ou sazonal especialmente em caso de queda de cabelo diária excessiva, cabelos finos, sem brilho e vitalidade.
COMPOSIÇÃO: A associação exclusiva Taurina + Catequinas + Zinco atua no bolbo para favorecer a construção de um cabelo espesso, denso e luminoso, reforçando assim a massa capilar.
COMO USAR: 2 comprimidos por dia, em refeições separadas por períodos contínuos (mínimo 3 meses)
Cada caixa contém 60 comprimidos.
ONDE COMPRAR: Eu comprei 4 caixas através de um site de Portugal SweetCare ano passado porque ainda não vendia no Brasil (ainda não sei se vende e qual o preço). Demorou mas chegou e não fui taxada.


Então mulherada, fica a dica para um cabelo com menos queda e mais volume!

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Gastroplastia Jurídica

Todo mundo que vai operar tem que ultrapassar diversos obstáculos. Na minha opinião o pior deles é a briga com o convênio médico, que na maioria das vezes dificulta TUDO!
É carência, pré-existência, demora no tempo de resposta, perícia, aprova somente laparotomia e não por vídeolaparoscopia. Depois vem a briga pela cirurgia plástica. Enfim, uma verdadeira BATALHA!
Por isso hoje resolvi dar uma dica muito legal, que eu mesma descobri por acaso.
Uma comunidade no orkut chamada  Gastroplastia Jurídica (eu sei que é orkut está no nosso passado, mas vale a pena reativar seu cadastro).
Na comunidade duas advogadas gastroplatizadas ensinam o “caminho das pedras” orientam e tiram dúvidas. É tudo muito bem organizado e a moderação é intensa!
Pesquisando pelos tópicos dos fóruns e lendo com atenção você vai encontrar informações valiosíssimas! Eu mesma fuço bastante e já peguei dicas importantes, além disso é uma fonte de histórias de sucesso e troca de experiências entre operados, pré-operados e aspirantes.
Para vocês terem uma idéia melhor do que eu estou falando, separei uma lista de assuntos que são abordados, quem sabe algum é de seu interesse:
- PRAZOS PARA LIBERAÇÃO – ANS
- É COMORBIDADE?
- PREEXISTÊNCIA
- AGUARDANDO A AUTORIZAÇÃO
- ROTEIRO PARA CONSEGUIR A LIMINAR
- VIDEOLAPAROSCOPIA
- MODELO DE AÇÃO PARA GASTROPLASTIA
- MODELO DE AÇÃO PARA PLÁSTICA
- PLÁSTICAS - Médicos que operam pelo plano
- MODELO DE CARTA PARA PLÁSTICA


 Seu plano está "dando trabalho"? Recusa-se a fornecer guia de exames, autorização de cirurgia, faz exigências descabidas? No tópico “MODELO DE CARTA” existem diversos modelos de cartas para cada situação específica e instruções de como e quando entregar ao plano:
 IMC de 40 ou acima - pedido por vídeo
- IMC inferior a 40 - pedido por vídeo
- Questionando exigência de emagrecimento prévio
- Questionando cobrança de material cirúrgico
- Plano já autorizou aberta - pedido por vídeo
 Carta para Medicina Preventiva
- Cirurgia liberada mas sem previsão de data.
- Tudo pronto mas plano não tem cirurgião
- Encaminhamento imediato ao cirurgião.
- Exigindo resposta imediata do Plano.



Beijos

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Cuidados de Beleza

Olá!

Uma das coisas que vocês devem saber sobre mim é que eu sou extremamente vaidosa.
É que eu sempre digo, gordinha sim, desleixada NUNCA!
Cuidar do cabelo, da pele e do corpo é uma terapia pra mim, me sinto mais mais mulher, mais feminina, mais bonita! Então aqui estão os meus segredinhos de beleza, fica a dica!

CABELOS
Como fiz luzes prateadas puxando pro loiro acinzentado estou tomando um cuidado extra com meus cabelos porque tenho HORROR aquele loiro de pobre, amarelado hahaha!!!Estou usando atualmente os seguintes produtos
- Condicionador Keune Care Line Platinum Blonde
- Shampoo da L'oreal Lumino Contrast
- Tratamento de finalização com o famoso e incrível Moroccanoil

ROSTO
Eu tenho muitas sardas e a pele com zona T oleosa. Além disso uso maquiagem quase todos os dias, então preciso dar uma caprichadinha na limpeza do rosto e procurar produtos que não deixem minha pele mais oleosa ainda.
- Para limpar: espuma de limpeza facial deep clean da Neutrogena. Eu amo e recomendo, você sente a limpeza, a textura da pele muda...é D+
- Para tonificar: L'oreal Hydra Matt, tônico adstringente. Outro produtinho MARA! Você passa e sente a pele até esticar.
- Para proteger: Anthelios XLAC FPS 60 da La Roche-Posay. Feito com água termal e específico para pele oleosa.
- Para demaquilar:  Olay Regenerist. É específico para o contorno dos olhos, mas eu uso no rosto inteiro e tem funcionado bem.




CORPO
Confesso que para o corpo eu não tenho muita paciência para passar creme...é MUITA carne! hahaha
Então eu escolhi produtos que são mais práticos de usar e tomam menos tempo, daí eu não negligencio meu corpitcho.
- Para hidratar: Hidratante para banho Natura todo dia de frutas vermelhas. 
É ótimo porque eu passo durante o banho e o cheirinho é tão gostoso.
- Para perfumar e hidratar: Óleo bifásico Beauty Rush da Victoria's Secret. Esse eu gosto de passar no corpo antes de dormir, pra ficar bem cheirosa pro marido! ;) Se é que vocês me entendem! haha


É isso meus amores, se quiserem mais informações e dicas é só me perguntar. Estes são os produtos que eu estou usando no momento e que recomendo.
E aí, qual o seu segredo de beleza? 

Beijos!

sábado, 24 de setembro de 2011

Pré Operatório - Parte 1

No dia 15/09 tive a minha primeira consulta com o Dr. Vilmar Trombeta, do Instituto Pró Gastro (Campinas/SP)
Antes da consulta participei da palestra do Instituto que acontece toda última segunda do mês, me ajudou bastante a conhecer a equipe, alguns operados e a tirar algumas das muitas dúvidas que a gente tem sobre a cirurgia, que na minha opinião ainda é um grande tabu. Mas isso é assunto para um outro post.

Eu estava ansiosa quanto a pesagem, porque fujo de uma balança igual diabo da cruz! haha
Um leve susto, 126 Kg e uns quebrados, 1,60 de altura, IMC 49,22!

O Dr. Vilmar perguntou sobre meu histórico com a obesidade, meu histórico de doenças, histórico de doenças da família, também tivemos uma bate papo rápido sobre a obesidade ser uma doença incurável, sobre a escolha da cirurgia e o papel dela no emagrecimento.

Gostei do Dr. Vilmar, achei que ele foi prático, mas com um lado humano, de olhar no olho, sorrir e eu considero que isso seja importante. No fim, ele disse que eu tenho a indicação para fazer a cirurgia e que se tudo ocorresse dentro dos prazos esperados que eu operaria ainda esse ano. \o/

Depois, passei com a secretária dele, a Claudia, que cuida de toda a parte burocrática da cirurgia. Quem já operou sabe muito bem como essa parte do processo é chatinha e complicada, mas a Claudinha está aí pra me ajudar!

Peguei as guias para os exames:
- SANGUE (exame já feito, pego o resultado dia 27/09)
- ENDOSCOPIA (exame agendado para dia 30/09)
- ULTRASOM DO ABDOMEN TOTAL (exame já feito, indicou esteatose hepática leve)

Marquei consulta com diversos médicos p/ obtenção de laudos. Quem vai operar precisa obter laudos de diversos especialistas, então na hora da consulta é primordial levar uma carta de indicação do seu cirurgião e os resultados dos exames acima.
- ENDOCRINOLOGISTA
- CARDIOLOGISTA
- NUTRIOCINISTA ( 5 consultas no pré e 1 no pós operatório)
- PSICOLÓGA ( 5 consultas no pré e 1 no pós operatório)

É gostoso ver as coisas andando, a ideia da cirurgia que era tão abstrata pra mim já está tomando forma e se tornando cada vez mais real.




Qual foi a sua experiência no pré operatório?




Beijos

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Minha história

Cada gordinho e gordinha desse Brasil tem a sua história, que as vezes parece até se repetir, mas pra começar esse blog, acho importante que as pessoas entendam a minha história e como eu cheguei até aqui.

INFÂNCIA
Minha mãe adora contar a história do dia em que eu nasci, a enfermeira me trouxe para a primeira mamada e com os olinhos fechados eu farejei e em poucos segundos “NHOCT” abocanhei as peitcholinhas da minha mãe e mamei até cansar. Ela disse que ficou super assustada e surpresa e trocou olhares com a minha avó que comentou: “Ihhh não sei não hein?! Acho que essa aí vai ser boa de garfo”. Muito obrigada pela profecia vovó!
Outra história que eu escuto muito é que uma das primeiras palavras que eu falei foi BATATA! Meu Deus, se tem uma coisa que eu AMO na vida é batata...hahaha
As histórias com relação a minha pessoinha e comida são infinitas, brigar com as primas pela última colher de strognoff, aprender a andar e assaltar o armário de pão...são histórias engraçadas, mas que denunciam um futuro um pouco mais triste.
Mesmo assim, até os 10 anos fui o que costumo chamar de semi-magra.




ADOLESCÊNCIA
É nessa fase que a coisa começa a complicar! Vem a menarca (1ª menstruação), o quadril se define, os peitos aumentam, os hormônios entram em ebulição...hahaha
Nessa época da vida eu comecei a ficar mais cheinha, parei de comer verduras e legumes, o meu acesso às comidas gordurosas aumentou, mas apesar do sobrepeso eu tinha uma vida muito ativa, o que me ajudou a controlar a minha tendência a obesidade. Praticava vôlei, natação, ia ao clube, fazia esportes no colégio e andava muito a pé.
Nessa época fiz vigilantes do peso, dieta da sopa da Adriane Galisteu (ahahahahaha) e nutricionista...emagrecia um pouco, desistia da dieta e voltava a engordar...

VIDA ADULTA
Depois dos 18 anos eu perdi totalmente o controle sobre meu peso.
Procurei endocrinologistas que receitavam as famosas fórmulas para emagrecer, numa dessas loucuras eu emagreci uns 40Kgs e cheguei a pesar 52,5 Kg.
Estava linda, mas vivia com tonturas, boca seca, mau hálito, a beira de um disturbío alimentar grave...era magra, mas não me sentia saudável, tinha perdido a alegria de viver.
Depois desse mega emagrecimento fiz novas tentativas com fórmulas, e em todas as vezes entrei no círculo vicioso de emagrecer 20Kgs, cansar e engordar o dobro.

HOJE
Atualmente estou com 126Kg, o que é ABSURDO para meus míseros 1,60m de altura.
Meu IMC é 49,22 - Obesidade Mórbida grau III, a um passo da SUPER OBESIDADE.
Não é algo de se orgulhar, mas não me arrependo de nada que fiz, da minha história de vida e de tudo o que me trouxe até aqui.
Minhas experiências formaram meu caráter, me fizeram mais forte, me fizeram humilde e tolerante.
Se eu disser que eu tive uma vida sofrida, estou mentindo...mas seu disse que eu fui feliz, estarei mentindo também.
A minha felicidade nunca foi PLENA, serena...sempre falta a satisfação de me sentir bem na minha própria pele, de não me sentir deformada, julgada pelos outros e pior, ser julgada por mim mesma.




E aí? Essa história parece familiar?








Beijos

OLÁ!

Nem acredito que tomei coragem para fazer o blog e a cirurgia.
Eu assumo, já tive muito preconceito contra a gastroplastia, e hoje, por ironia do destino a cirurgia bariátrica é a única solução que encontro para o meu emagrecimento, minha saúde e acima de tudo, para a minha vida!
Sempre pensei que só os fracos operavam, que era uma grande falta de força de vontade, pura ignorância da minha parte.



Hoje, estou imersa no mundo da gastroplastia, frequentando as reuniões do Instituto Pró Gastro, conversando com pessoas operadas, pesquisando na internet, frequentando os blogs e sei que a gastroplastia não é para os fracos, muito pelo contrário...só os fortes são capazes de tomar uma decisão tão séria, tão definitiva e que exige tanta disciplina, riscos e mudanças de estilo de vida.
Eu tomei a decisão consciente de operar, porque sei que a OBESIDADE é uma doença incurável e depois de 15 anos lutando contra essa doença (e perdendo) eu resolvi que era tudo ou nada! Como diria nossa amiga Faustão (que é gastroplastizado by the way): “A hora é agora!”

Muito Prazer, eu sou Fernanda Freitas, obsesa mórbida rumo à gastroplastia e esse é o meu BLOG: S.O.S Gastroplastia!






Beijos!