sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pré Operatório - Parte 4

Olá mulherada!
Mais uma vez, dei uma sumidinha por causa da correria (isso está virando rotina né?)
Não tive tempo para comentar nos blogs e nem de fazer postagens novas, mas nesse final de semana eu tiro o atraso ok?

Voltei hoje com várias novidades bacanas, a primeira
EMAGRECI 3,6 KG em 14 dias de RA!
Gente, não é que funciona mesmo? haha
E olha que me pesei no consultório no final do dia, inchada, com a bexiga cheia e cheia de roupas.
Dei uma desinchada boa, estou usando de novo a minha aliança de brilhantes que meu marido me deu quando a gente noivou e que não servia a tempos, hoje estou usando uma calça jeans que não fechava...não tenho palavras para descrever como estou feliz com essa pequena conquista! A nutri me deu nota 10 estrelinha! "Um pequeno passo para o homem, um passo gigante para a humanidade" ahahahahahahaha


A primeira semana foi difícil, passei muita fome a pesar de comer de 3 em 3 horas (estomago obeso em síndrome de abstinência). A segunda semana foi mais tranquila, com menos fome e mais disposição.
Acho que o mais difícil é romper com hábitos antigos, ter que se planejar mais em relação aos alimentos e passar vontade eventualmente.

A segunda novidade é que estou cumprindo minha agenda de compromissos da gastroplastia e já tenho o laudo da Nutricionista e da Psicóloga.
Vamos lá para a minha agenda atualizada:
31/10 - Endocrinologista (pegar laudo)
01/11 - Psicologa (levar um familiar)
04/11 - Ecocardiograma e retorno com o cardiologista (pegar laudo)
08/11 - Psicologa (consulta apenas da família)
09/11 - Nutricionista
10/11 - Retorno com o Dr. Vilmar para rever os exames e marcar a cirurgia que deve ocorrer no início de dezembro \o/

A terceira novidade é que esse final de semana vai ser mega especial.
Dia 30 de outubro comemoro 7 anos de namoro com meu marido, apesar de casados nós continuamos comemorando a data em que a gente se conheceu e começamos a ficar. Temos as duas datas na nossa aliança de casamento, 4/12/10 e 30/10/04 ♥ ♥ 
Nós dois vamos no day Spa Kalmma Zen fazer uma sessão de massagem pra relaxar e vamos sair pra jantar a noite.


Vamos que vamos!
Um ótimo final de semana para vocês!


Beijos

sábado, 22 de outubro de 2011

Balanço Geral

Oi amores!
Hoje é meu nono dia de R.A. pré cirúrgico e vim fazer um balanço geral de como estou me saindo até o momento.


Assim que saí da nutricionista já corri pro supermercado, porque pra evitar a tentação de comer errado, a primeira coisa é se rodear de coisas saudáveis, aí não tem erro! Já estou usando a minha marmitinha da Built NY, desfilando pra cima e pra baixo com ela, um luxo.


Na minha lista de compras:
- Aguá de coco
- Iogurte Densia e Corpus
- Nescau light
- Ades
Todos em embalagens pequenas e individuais, pra levar como lanche e café da manha pro trabalho.
- Saladas prontas
Pra não dar preguiça de fazer, já compro a salada pronta pra consumo com tudo fresquinho, picadinho e raladinho, é só temperar e pronto.
- Frutas (maça, maçã-verde, pera, banana, ameixa)
- Pimentão (vermelho e amarelo)
- Tomate uva
- Faixa azul light
- Pão integral
- Peito de perú defumado light
- Polenguinho light
- Gelatina e pudim diet
- Requeijão light
- Leite desnatado
- Achocolatado Gold
- Papinha de neném
- Macarrão integral
- Frutas secas (uva passa e damasco)
- Castanha
- Baby Carrots
- Brócolis congelado
- Medalhões de filé mignon
- Camarão
- Atum sólido natural light

Meu lanchinhos, café da manhã e jantar tem se baseado basicamente nesses alimentos.
Como almoço fora todos os dias em restaurantes self service, tenho comido coisas diferentes, como: japonês, arroz integral e feijão, beterraba, rúcula, omelete...tenho me orgulhado muito do meu pratinho. 




Quanto a missão que a Nutricionista me passou:
- Sem refrigerante - OK
- Manter diário alimentarOK
- Doce 1 vez por semana - OK (comi 6 docinhos no casamento da minha prima haha)
- Sem fritura - Semi OK (esqueci e comi dois salgadinhos fritos de camarão ontem no casamento, sabe como é...o garçom passa, a conversa está boa...haha)
- Usar pratos e talheres de sobremesa - Semi OK (quando tem disponível eu uso, mas tenho ficado de olho nas quantidades quando uso um prato normal)
- Mastigar 30 vezes - Semi OK (as vezes eu esqueço, tem alimento que nem dura 30 mastigadas, mas tenho me esforçado)
- Refeição durar entre 30-40 minutos - Nada OK (Não consegui nenhuma ainda, meu máximo foram 20 minutos, e olhe lá)
- Sem cigarro 1 mês antes da cirurgia - OK (7 dias sem fumar, não vou operar em um mês, mas já estou desintoxicando. Eu fumava uns 4 cigarros por dia, então não está sendo tão difícil assim)
Sem bebida alcoólica 1 mês antes da cirurgia - Nada OK (Fui num barzinho com amigos e no casamento, bebi vinho tinto e prosseco, estou me dando ao luxo de um prazer haha)


Não está tão mal assim né?
Como ontem senti que exagerei um pouco no casamento, hoje vou tentar ficar no suquinho light, papinha de bebê e frutas. ;)
Sou super a favor da lei da compensação, exagerou num dia, pegue leve no outro!


Um ótimo final de semana para todas vocês, gastroplastizadas, pré gastroplastizadas, em dieta líquida, pastosa e RA!
Estamos todas juntas e misturadas!




Beijos!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Culinária Japonesa

Oi gente!
Sigo firme e forte na minha R.A., até agora não saí da linha, estou resistindo bem as tentações, que são muitas: batata frita, refrigerante e doces.
A primeira semana é sempre a mais difícil na minha opinião, parece que o estômago e mente não estão acostumados e meu Pai, mesmo comendo nos horários certos parece que eu estou passando fome 24 hrs...
Eu estou super satisfeita com a minha alimentação, estou comendo muitos legumes, verduras e frutas e sinto que meu organismo está agradecendo e dizendo amém! Já senti que emagreci e desinchei um pouco.
O Mais difícil até agora tem sido evitar os doces, mas quando dá aquela vontade eu como uma fruta, tomo água, mentalizo o azul...a nutri liberou doce uma vez por semana e como eu tenho um casamento na sexta estou guardando o meu docinho pra essa ocasião. hahaha

Bom, mas o post de hoje não chama culinária japonesa à toa né? Hoje eu almocei em um restaurante self-service aqui em Campinas que oferece comida japonesa muito da boa. Isso é perfeito porque eu não preciso pagar muito como num rodízio e nem ter que escolher poucas opções como na opção a la carte. No self-service eu escolho a quantidade, qualidade e variedade do que  eu quero comer.

Além de deliciosa, a comida japonesa é muito boa pra saúde e uma opção perfeita pra quem está de olho na balança.

"Meu almoço hoje, hummmmm"

Algas: elas enxugam a gordura
Presentes, principalmente nos sushis e temakis, estes vegetais marinhos são excelentes fontes de iodo, necessários para a tireoide e o sistema imunológico trabalharem melhor. Esta turma dos mares também garante dias mais felizes, pois carregam vitaminas do complexo B (B1, B2, B3, B6, B12), que são importantes reguladores da serotonina, hormônio neurotransmissor que nos confere a sensação de prazer e bem-estar. Mas a sua dieta também ganha reforço extra com o consumo das algas. Um estudo recente da Universidade de Newscastle, na Grã-Bretanha, provou que elas são capazes de reduzir a absorção de gordura pelo organismo em até 75% – mais que o dobro dos medicamentos com a mesma função.Além disso, os minerais e oligo-elementos raros presentes nas algas também são importantes para regular o funcionamento do metabolismo.
Peixes: amigos do peito
Atum, salmão e truta são espécies largamente utilizadas na culinária japonesa. Esse trio é o verdadeiro aliado do coração. Isso porque os três peixes são ricos em ômega 3, um ácido graxo poli-insaturado que faz uma verdadeira faxina nos vasos sanguíneos, dissolvendo as placas de gorduras que se fixam nas paredes das artérias. Com o sangue fluindo sem barreiras, reduzem-se os riscos de doenças cardiovasculares, como hipertensão, infarto e derrames. Outra função importante do ômega 3 é aumentar os níveis de HDL (o chamado colesterol bom) e diminuir os de LDL (colesterol ruim) do sangue, equilibrando as taxas de colesterol. Uma pesquisa recente da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) apontou que o ômega-3 também é importante para o desenvolvimento e manutenção das funções do sistema nervoso central, prevenindo doenças cerebrais degenerativa, como o Mal de Alzheimer.

Com a turma dos mares, a fadiga e o desânimo também não tem vez. O salmão contém tirosina, um aminoácido que o organismo usa para produzir dopamina e noripinefrina, dois neurotransmissores que mantém o cérebro em alerta. Já o atum é excelente fonte de vitamina B6, um nutriente importante para a produção de serotonina, o hormônio da felicidade. A melhor forma de manter as propriedades benéficas dos peixes é consumi-los crus, assados ou grelhados.
Pepino: xô inchaço!
Ele é um dos vegetais mais usados na culinária oriental, compondo saladas, temakis e sushis. O pepino é composto por 95% de água, o que faz dele um alimento de baixa caloria e que garante hidratação do organismo. Também é um diurético natural, que auxilia na diluição dos cálculos renais, e tem potássio, que favorece a flexibilidade muscular, afastando as cãibras do caminho. Além disso, é um ótimo aliado para o ritual de beleza pois ele contém vitamina C e ácido caféico, ótimos para tratar irritações e diminuir o inchaço da pele.
Gergelim: o intestino agradece
É considerado um dos vegetais mais ricos em lecitina, um poderoso emulsionante, que facilita a dissolução das gorduras. Uma de suas funções na corrente sanguínea é dissolver lipídios da corrente sanguínea, regulando os níveis de colesterol e triglicérides, evitando doenças cardiovasculares. A lecitina também auxilia na lubrificação do intestino, que junto com as fibras contidas na semente mantém a prisão de ventre bem longe. Suas fibras insolúveis também são ótimas para controlar as taxas de glicemia, o açúcar do sangue, afastando males como a diabetes. O gergelim proporciona maior duração da saciedade, o que vai faz com que a pessoa sinta menos fome. Mas não é só isso. Estudos mostram que o gergelim atua como ativador do reflexo cerebral e fortalecedor da pele. A presença do cálcio na sua composição ajuda ainda no combate do desgaste ósseo.
Gengibre: ele desintoxica geral
Rico em fibras, o gengibre tem ação desintoxicante, favorece a digestão e alivia a constipação intestinal. Com propriedades anti-infamatórias e bactericidas, também trata inflamações, principalmente na garganta. O gengibre tem a capacidade de aumentar a temperatura corporal e acelerar a queima de gorduras, contribuindo para o emagrecimento.
Cogumelos: eles blindam o organismo
Shitake e shimeji são duas espécies que incrementam o cardápio da culinária japonesa e blindam o organismo. Esta dupla é um verdadeiro exército de defesa contra doenças graças a uma substância chamada lentinan, capaz de estimular o sistema imunológico. Estudos apontam que o lentinan também é um bom combatente das altas taxas de colesterol. A dieta também sai ganhando. Os cogumelos ativam a saciedade, diminuindo a compulsão e a fome. E tem tanta proteína quanto na carne vermelha, com a vantagem de ter menos gordura. Um bife de 100 gramas de contrafilé carrega cerca de 13 gramas de gorduras, enquanto a mesma quantidade de cogumelo não chega a um grama de gordura.

Meus amores, fica a dica pra vocês: usem e abusem da comida japonesa!

Beijos 

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Boca Fechada

Em primeiro lugar gostaria de agradeçer todas as flores lindas do meu jardim pelas visitinhas, comentários e pelo apoio nesse momento tão importante da minha vida! BRIGADÚ (igual o Fabio Jr.) hahaha


Eu tenho ouvido alguns comentários ultimamente que tem me deixado PASMA!
Como tem gente que não sabe nada sobre gastroplastia e obesidade. Ao escutar os absurdos meu cérebro cria uma resposta automática, mas meu desconfiômetro é acionado e então eu dou a resposta educadinha de sorriso amarelo.

Pergunta: Vai fazer cirurgia bariátrica...você é louca?
Resposta Automática: Não, eu estava louca por ter engordado a esse ponto, agora estou sã, minha filha.
Resposta Educadinha: Não é bem assim, tem todo um preparo, cuidado e acompanhamento, eu estou ciente dos riscos e privações mas sei que vai dar tudo certo.


Pergunta: Nossa!Mas isso não é perigosíssimo?
Resposta Automática: Perigoso é ser obeso mórbido.
Resposta Educadinha: Não é não, a medicina e as técnicas da cirurgia evoluíram muito.


Pergunta: Ah...mas eu gosto de você assim gordinha.
Resposta Automática: Ah você gosta? Tente carregar 70Kg de banha extra no seu corpo pra você ver se gosta!
Resposta Educadinha: Hehe obrigada, mas saúde em primeiro lugar né?


Pergunta: Você sabe que nunca mais vai poder comer né?
Resposta Automática: Meu bem, eu não vou morrer, vou reduzir o estômago. E eu já comi exageradamente a vida inteira mesmo.
Resposta Educadinha: Não é assim, com o tempo tudo se normaliza. É uma privação programada.


Pergunta: Mas porque você vai fazer isso? Não dá pra tentar fazer regime mais uma vez? Você já conseguiu emagrecer antes não foi?
Resposta automática: Eu só tento isso a 10 anos, e olha como funcionou!
Resposta Educadinha: Ah, não dá mais, eu já tentei mil vezes, mil dietas diferentes acredito que a cirurgia é a melhor solução para mim.


Pergunta: Fulano fez e engordou tudo de novo, você tem certeza que quer arriscar a sua vida?
Resposta automática: Obrigada por me ver como uma fracassada antes mesmo de eu tentar. Se fulano não tem disciplina e controle isso significa que eu não vou ter? Ah esqueci...gordo é tudo a mesma M%$#@ né? 
Resposta Educadinha: É, realmente tem gente que não leva a sério e acaba ganhando o peso. Mas eu estou decida, se vou passar por uma cirurgia me "mutilar" é porque realmente eu estou determinada.
"Calem-se! Calem-se! Vocês me deixam louca!"

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Fernanda Winehouse

"They tried to make me go to rehab..."

Na consulta com a nutri eu brinquei que estava indo pra rehab de alimentação, ela disse: "Só não pode ser no, no, no!"

Estou levando super a sério a Reeducação Alimentar, mas gente, como é difícil mudar velhos hábitos! Parece que só porque não pode comer frituras, doces, refrigerante é que dá mais vontade ainda! Eu lembro que vi em alguma reportagem a um tempo atrás que alimentação gordurosa vicia igual cocaína.
Se for assim eu estou em plena desintoxicação...

Mas prometo aqui ser mais determinada que a nossa falecida Amy.

domingo, 16 de outubro de 2011

O lado B da cirurgia

Oi Meninas, encontrei esse artigo no blog da minha psicóloga e achei muito interessante.
Operar é coisa séria, temos que estar preparadas pro que der e vier, pois nem tudo são flores.
Eu sei que o texto é longo, mas vale a pena leitura e a reflexão:



Problemas psicológicos são o lado B das cirurgias de redução de estômago, que podem afetar até 20% dos operados. Essas questões, associadas à imagem corporal, podem ser revertidas com terapia e acompanhamento nutricional.


Quem olha as fotos, de "antes" e "depois", de obesos acha impossível uma pessoa se sentir infeliz após se livrar de dezenas de quilos. As reportagens sobre a operação sempre destacam os casos de sucesso, de reviravolta na vida pessoal, do resgate da auto-estima, da melhora considerável da saúde. Esses são, de fato, os resultados obtidos pela maioria - afinal, depois de muito esforço e privações, a obesidade foi vencida.
No entanto, um levantamento feito pela psicóloga Maria Isabel Rodrigues de Matos, do Ambulatório de Obesidade Mórbida da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), SP, mostra que em cerca de 20% dos pacientes que se submeteram à cirurgia bariátrica emergiram problemas psicológicos. O pior desses dados, segundo a especialista, é que os casos tendem a se agravar à medida que o paciente não leva adiante o tratamento com uma equipe multidisciplinar, no pós-cirúrgico.

Os transtornos podem ser provocados pelo medo de comer e engordar ou a não adaptação à nova imagem

"A obesidade é uma doença crônica e deve ser tratada a vida inteira. Não é porque o paciente fez a redução de estômago que o problema acabou. Todo o processo de adaptação ao emagrecimento rápido e ao novo corpo deve ser acompanhado de perto por vários motivos, entre eles para a adaptação à nova imagem corporal", orienta a psicóloga.
"Essa preocupação é grande porque não são poucas as pessoas ansiosas, deprimidas e compulsivas que, se não acompanhadas com atenção, tendem a desenvolver outros transtornos. Os problemas mais comuns são bulimia ou anorexia, compulsão por compras, drogas ou sexo, alcoolismo, dependência de drogas e, no limite, até tentativas de suicídio", justifica a psicóloga.

Evite anorexia e bulimia 

Para Maria Isabel, o medo de voltar a engordar é tão grande que certas pacientes podem desenvolver esses transtornos, justamente depois da fase mais difícil de adaptação à convalescença, aquela em que a perda de peso ocorre mais rapidamente: os três primeiros meses.

Ou seja, mesmo após esse período, continuam a reduzir drasticamente o consumo e ficam anoréxicas. "Outras, que extrapolam nas quantidades, sentem- se culpadas pela comilança e acabam provocando vômito ou diarréia, como forma de expulsar o excesso ingerido. Pronto: até chegar nesse estágio, já desenvolveram a bulimia", explica.
"Sem contar que existem pessoas que não conseguem viver com tamanha privação alimentar. Não acham mais graça na vida, mesmo tendo a consciência de que essa era a única alternativa para ter saúde, e, então, caem em depressão", complementa Maria Isabel.

Sacrifícios insuportáveis 

E não é difícil encontrar pacientes que trocam a comida por outro tipo de compulsão. "Eles substituem o objeto de desejo. Na verdade, o problema tinha começado lá atrás. Antes, eles trocavam a falta de afeto e a ansiedade pela comida. Tinham uma fixação pelo ato de comer, sua rotina girava em torno disso. Quando são operados, ficam privados do seu grande prazer", explica.

"Precisam ir em busca de outra fonte de prazer, que de um modo geral foca nas compras, nos jogos, no sexo ou no álcool", diz a psicóloga. Depois da operação, mudam também as relações sociais, até porque muitas estavam estabelecidas em função da obesidade.
"É bom lembrar que o cirurgião opera o corpo, mas não a cabeça, e alguns pacientes não conseguem suportar tantas mudanças", complementa Daniel Lerario, endocrinologista do Hospital Albert Einstein, de São Paulo.

Privação programada 

Ele explica que, para quem engolia 3 mil calorias/dia, passar a fazer refeições de no máximo 150 g, no início, não é fácil.
Mesmo depois de seis meses, quando o cardápio gira em torno de 1.000 calorias, ainda é um terço do que era consumido antes da operação. "O que não se pode é achar que a cirurgia é mágica. O paciente emagrecerá porque optou por uma privação programada. Nem por isso ficará desnutrido. Isso só ocorre quando a pessoa come apenas bobagens", diz.
Entre os problemas mais comuns, o médico destaca a anemia, principalmente em mulheres, pois o ferro consumido no alimento acaba não sendo absorvido, por causa do fluxo menstrual. "Já a falta de cálcio é comum a homens e mulheres. Porém, em todos esses casos, a alimentação pode ser suplementada com um polivitamínico", explica o endocriologista Daniel Lerario.
Para a psicóloga Maria Isabel, é possível reverter os casos de quem apresenta sintomas de transtornos compulsivos, com acompanhamento psicológico. "Existe tratamento para todos os casos, desde que a pessoa não tenha vergonha de admitir o mal e de procurar ajuda", completa.

Avaliando a personalidade

A psicóloga Maria Isabel Rodrigues de Matos revela o resultado de uma pesquisa baseada em sua tesede mestrado, com pacientes antes da cirurgia bariátrica e que foi divulgada pela Unifesp:
20% da população em geral tem sintomas de depressão; entre os obesos, esse número sobe para 80%
20% da população é composta por ansiosos. Entre os obesos, essa porcentagem sobe para 70%
A preocupação com a imagem corporal faz parte do universo de 35% da população. Entre os obesos, chega a 78%
O Transtorno de Compulsão Alimentar Periódico (TCAP) - quando a pessoa come muito em curto espaço de tempo, ou seja, não tem controle sobre o que come - é uma preocupação para 3% 5% da população. Nos obesos, essa porcentagem atinge 40%

Para a psicóloga, a melhora da auto-estima, por conquistar um novo corpo, deveria ser maior do que a frustração de não poder devorar tudo o que aparece. Mas muitas vezes é preciso eliminar o peso também da cabeça para alcançar esse objetivo.

Forte né? Mas vale pela reflexão...
Beijos 

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Pré Operatório - Parte 3

Oi flores do meu jardim!
Gente, mais uma vez eu dei uma sumidinha, quando achei que ia ter tempo pra comentar nos blogs amigos e postar coisas mais interessantes fiquei cheia de compromissos, trabalho, viagem, faxina, marido, amigos e é claro os preparativos para a cirurgia...


A minha agenda está INSANA! Pra vocês terem uma ideia do que eu estou falando, segue uma listinha básico dos meus próximos compromissos para a cirurgia:
19/10 - Exame mapa no cardiologista (aquele exame chato que fica aferindo a pressão arterial durante 24hrs)
25/10 - Psicóloga (pegar laudo)
27/10 - Consulta com a nutri (pegar laudo)
31/10 - Endocrinologista (pegar laudo)
01/11 - Psicologa
04/11 - Ecocardiograma e retorno com o cardiologista (pegar laudo)
08/11 - Psicologa
09/11 - Nutricionista
10/11 - Retorno com o Dr. Vilmar para rever os exames e marcar a cirurgia que deve ocorrer no início de dezembro \o/


PSICÓLOGA
Já tive a minha primeira consulta com a psicóloga, a Meire. Tenho alguns artigos pra ler, reflexões pra fazer...Eu fui preparada para responder as perguntas clássicas "Porque quer fazer a cirurgia?", "O que você espera obter com a cirurgia", mas de um jeito ou de outro ela conseguiu me deixar um pouco surpresa com as respostas que eu dei. Achei que ela foi bem séria, brava, puxou a orelha e o pé pra realidade. CIRURGIA NÃO É MILAGRE, é um empurrãozinho pra que os operados possam caminhar sozinhos com mais disposição, ânimo e possibilidade de fazer a R.A. e exercícios.


NUTRICIONISTA
Hoje tive a primeira consulta com a nutri. A Cynthia é brava gente, magra, linda parece um bibelô. 
Conversamos sobre meus hábitos alimentares, eu tenho que assumir, eu até como direitinho durante as refeições, meu problema é DOCE, REFRIGERANTE, MC DONALDS E FRITURAS as coisa que eu como entre uma refeição e outra haha. Eu sou viciada em gordura, mas  ao mesmo tempo adoro uma salada, um peixinho, um grelhado, arroz integral...e não sou de comer pratadas enormes muito menos repetir. 


DESAFIO DA NUTRI:
Manter um diário alimentar por 15 dias
Comer devagar (30-40 minutos)
Mastigação excessiva (30 vezes)
Utilizar talheres e prato de sobremesa
Tomar bastante água, em pequenos goles durante o dia.
Sem refrigerante
Sem fritura
Doce uma vez por semana
Fazer 6 refeições ( café da manhã, lanche, almoço, lanche, jantar, ceia)
Dividir o prato (de sobremesa!!) da seguinte forma:
50% legumes e verduras
25% proteína (carne, feijão, queijos)
25% Carboidratos (arroz, feijão, massas, batata e mandioca)


Eu inocente perguntei quando era pra começar, a nutri respondeu "Agora!"
Então eu corri pro supermercado, enchi a geladeira de coisas gostosas e saudáveis e estou animada com a reeducação alimentar, afinal, a cirurgia se aproxima e a ficha precisa cair, eu preciso tomar cuidado com alimentação desde já, para o choque não ser maior depois.


Um super beijo e um ótimo final de semana!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

O salvador da pátria

Uma das piores coisas de estar acima do peso é a TRANSPIRAÇÃO EXCESSIVA.
É uma coisa que parece banal, mas como transpirar prejudica a minha vida. 
Estou sempre procurando um ar condicionado, sempre com calor quando todos estão com frio, quantas maquiagens e escovas se desfizeram em segundos por causa de suor...realmente muito chato.
Isso sem falar nas famosas "pizzas" debaixo do braço, do desodorante vencido tendo que reforçar constantemente...não dá!


Mas meus problemas acabaram!!!
Depois que eu descobri o desodorante Rexona Clinical tudo mudou! hahaha
Sério gente, brincadeiras à parte o danadinho é bom mesmo, o desodorante SELA a pele e não há calor que faça você transpirar. Já estou usando a uns 6 meses e posso garantir que funciona e eu assumo, uso até em umas dobrinhas do corpo que costumavam transpirar e até ficar um pouco assadas. =/


O Rexona Clinical protege até 3 vezes mais que um antitranspirante comum. Sua exclusiva formula TriSolid™ possui 20% de ativo antitranspirante, o máximo permitido em produtos vendidos sem prescrição médica. Ele é indicado para ser usado todos os dias antes de dormir (para potencializar a eficácia), e durante o dia, como normalmente usamos os convencionais.





domingo, 9 de outubro de 2011

Um pouco mais sobre mim...


Uma Mania?
Internet. Compras. Compra pela internet.

Pecado capital?
Gula rs


Animal de estimação?
Um maltês gordinho, carente e mal humorado igual a dona hahaha 

Tem piercing ou tatuagem?
Tenho piercing no nariz. É tão mini que muita gente nem percebe, e uma tatuagem no pé.


Toca no som do carro...
The Script e Beyonce meus favoritos.

Não saio de casa sem...
Perfume, óculos e meu celular.

Habilidade como dona de casa?
Cozinhar e organizar armários, gavetas e afins.

O que não gosto de fazer em casa?
Lavar louça, pendurar e passar roupa. Desde que casei (quase um ano) só passei roupa uma vez...fiquei tão dolorida que desisti. Comprei aqueles aparelhinhos que passam com vapor, mas também não uso hahaha

O que me irrita?
Pessoas "faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço", gente folgada no trabalho, gente lerda no trânsito e injustiça.

Frase ou palavra que fala muito?
"Cê tá brincando!"

Palavrão mais usado?
Phoda e "mas que mierda hein?"
  
Perfume que uso no momento?
Angel e Womanity ambos do Thierry Mugler

Elogio favorito?
Que rosto lindo! (Eu sei que as gordinhas odeiam, mas eu gosto...)

Talento oculto?
Cantar e fazer imitações...

Não importa que seja moda, não usaria nem no meu enterro?
Ombreira e papete.
  
Eu sou extremamente?
Generosa e amiga. Faço até mais do que devia, mas faço de coração. Me decepciono, quebro a cara, mas não vou deixar de seguir meu coração.
Shopaholic e vaidosa, Becky Bloom é fichinha hahaha

Se você gostou responda esse questionário no seu blog!
 Beijos

Jogo do Quando - Parte 2

Oi Meninas!
Desculpe o sumiço mas estou trabalhando MUITO, fechamento de ano fiscal na empresa que eu trabalho e a correria é grande. Tenho trabalhado até tarde e fiquei sem forças para ficar no computador! Mas já me apeguei muito ao blog, as fofas que comentam aqui e já viciei...não tem jeito.
Continuando com a inspiração para a moda magra, o S.O.S. Gastroplastia  orgulhosamente apresenta mais um jogo do quando!



1 Casaco com botões (e de cor clara, só pra esbanjar a magreza)
2 Botas de montaria ( porque hoje nenhuma fecha na minha perninha)
3 Calça de alfaiataria (para ir trabalhar trabalhada no glamour)
4 Uma jaqueta de couro
5 Um maxi blazer acinturado bem fashion
6 Sainha com camadas, rendas babados e tudo o que há de mais frufru (sem medo de parecer capa de botijão de gás ou galão de água)
7 Um vestido pretinho nada básico para arrasar na night bee!
8 Shorts de alfaiataria que é chiquéééérrimo

Fefê quer ser fashion

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Truqe de maquiagem para afinar o rosto!

Oi meninas, gente eu AMO maquiagem, adoro ver os vídeos de tutoriais no youtube, acompanhar blogs de beleza, gastar meu rico dinheirinho em maquiagem hahaha
Vocês tem que conhecer a Paola, os vídeos e o site dela são incríveis!
O vídeo abaixo tem uma dica muito simples e útil, como afinar o rosto com um truquezinho bááásico de maquiagem! Vale a pena assistir!



Beijos

Jogo do Quando - Parte 1

Inspirada por um post da Fabi eu resolvi fazer o jogo do quando.
Quando eu emagrecer eu quero me vestir assim:
1 Cinto fino (hoje não existe cinto que dê a volta na minha circunferência)
2 Saia de cintura alta (meu sonho de consumo)
3 Saia bandage (sonho de consumo 2)
4 Biquíni (pode demorar, mas eu chego lá)
5 Short de couro (existe coisa mais fashion gente?)
6 Camisas de seda (ousando na transparência e elegância)
7 Coletinho Jeans (não existe colete que sirva em mim, acho tão LINDO)
8 Shorts Jeans daquele modelo boyfriend (hoje o boyfriend fica justo em mim haha)

Fefê não vê a hora de ser fashion!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

domingo, 2 de outubro de 2011

Conforto & Estilo

Oi Meninas!
Se tem uma coisa que quem está acima do peso não consegue fazer é usar salto...
Não dá pra equilibrar o corpo e não dá pra sustentar uma tonelada (haha que exagero) em cima do calcanhar.
Mas nem por isso a gente vai andar toda maloqueira né? Afinal, a vida continua não é mesmo?


Por isso eu vim aqui hoje para dar uma dica pra quem ainda não emagreceu e ainda não pode ousar com saltos altíssimos!
Eu uso e abuso de sapatilhas e Anabelas! 
Além de confortáveis, elas estão super na moda, tem tanta diversidade que podem ser adaptadas para as mais diversas ocasiões. 
Separei aqui alguns modelos LUXO para servir de inspiração, alguns deles eu tenho, outros estão na lista de desejos!


ANABELAS

O salto Anabela é confortável, alonga, deixa o corpo e o andar mais elegante sem castigar os pezinhos.

SAPATILHAS

Acho as sapatilhas super fofas, eu tenho várias. Comecei minha coleção com cores mais sóbrias para ir trabalhar, e agora comecei a ousar e brincar mais com as cores. Fica lindo com jeans, shorts, vestidos, meia calça, enfim, é super versátil.

Ah! Todos os modelos das fotos podem ser adquiridos através das lojas Online da Passarela e Anita Calçados.

sábado, 1 de outubro de 2011

Marmita: barata, saudável e fashion!


Oi meninas!

Quem trabalha fora de casa sabe que comer todo dia na rua nem sempre é tarefa das mais gostosas e saudáveis. O restaurante da empresa onde eu trabalho não é nem um pouco gostoso ou preparado para receber gastroplastizados (alguns dias o cardápio inclui salsicha por exemplo, além disso custa R$13,80)
Daí, levar uma comidinha caseira preparada com todo amor do mundo para o escritório acaba sendo a melhor opção. Só que agora a gente não precisa mais pagar mico ao levar uma MARMITA. A uns dois anos alguma empresas lançaram algumas opções fashion e modernas. Eu não resisti e já comprei a minha!

Além de economizar dinheiro, as marmitas caseiras são ótimas para quem de fato se preocupa em comer bem. As meninas gastroplatizadas tem que controlar muito bem a sua alimentação, comer nos horários certos, então, nada melhor do que uma marmita! Assim você conhece a procedência dos alimentos e ainda consegue controlar e escolher o que vai comer. É ou não é uma ótima solução?
A Built NY (mesma marca que faz os cases para notebook) desenvolveu fofíssimas bolsas térmicas feitas de neoprene, o mesmo tecido usado para fazer roupas de surfistas, o que, segundo a empresa, garante a conservação da temperatura dos alimentos.


Tem um modelo mais fofo que o outro:

O modelo que eu comprei é esse aqui em baixo, que vem com alças mais compridas, super prático!

Onde comprar (modelos a partir de R$ 99,00)









Beijos